top of page

COVID-19 e ABO



Atualizado 01/11/2021


O sistema ABO, inicialmente descrito por Karl Landsteiner em 1900, continua sendo o grupo sanguíneo mais importante na medicina transfusional e nos transplantes de órgãos sólidos. Além disso, possui um papel relevante em alguns quadros infecciosos virais3. Dados publicados recentemente em pelo menos três revistas, sendo a mais importante The New England Journal of Medicine sugerem que o grupo sanguíneo pode ter algum papel na infecção SARS-COV-2. Ellinghaus e colaboradores, utilizaram como base dados genômicos coletados mais de 8 milhões de sequencias de DNA obtidas de 1980 pacientes com COVID–19 graves na Itália e na Espanha. Esses dados indicam que indivíduos com grupo sanguíneo A têm maiores chances de evoluir com COVID-19 grave e que o grupo sanguíneo O fornece um efeito protetor contra a forma grave da doença em comparação com outros grupos sanguíneos1.

Estudos de caso-controle chineses2,3, feitos com resultado da fenotipagem ABO, corroboram a proteção fornecida pelo grupo sanguíneo O e o risco de gravidade com o grupo sanguíneo A. Os autores verificaram que a distribuição dos grupos sanguíneos A e O em pacientes graves em comparação com a população geral (sem doença) em Wuhan foi de 39,3% vs. 32,3% para o grupo A (p = 0,017) e 25,7% vs. 33,8% para o grupo O (p <0,01), respectivamente. Não foram encontradas diferenças para os grupos sanguíneos B e AB2.


São muitas as especulações para se explicar esse fenômeno protetor relacionado ao grupo sanguíneo, que também pode estar vinculado a outra característica hematológica: trombose. As formas graves de COVID-19 estão cursam com quadros inflamatórios graves e trombose, que muitas vezes são os verdadeiros causadores dos óbitos. É sabido que indivíduos do grupo O, possuem níveis plasmáticos de anticoagulantes naturais 20 a 30% mais baixos do que indivíduos grupo não O, e esses (grupo A, B e AB) possuem maior associação com trombofilias hereditárias, o que promove maior risco trombótico, em especial em situações de risco. Outra possibilidade são os anticorpos anti-A e anti-B, presentes no plasma de pacientes do grupo O, que poderiam ter um efeito neutralizante contra o SARS-COV-2.

Em resumo, as evidências de que o grupos sanguíneo A está associado a um risco aumentado de COVID-19 grave, enquanto o grupo sanguíneo O parece ser protetor. No entanto, considerando a heterogeneidade dos estudos publicados, evidências de pesquisas mais rigorosas e de alta qualidade são necessárias para confirmar essa associação6.

Talvez os pacientes do grupo A devam manter os controles preventivos com mais rigor, os pacientes doentes devem ser monitorizados mais de perto que os demias grupos5.


Esse é só mais um exemplo do qual a hemoterapia está presente nos diversos acontecimentos da saúde mundial.


Equipe erytro


Bibliografia consultada:

  1. Ellinghaus, D.; Degenhardt, F.; Bujanda, L.; et al. Genomewide association study of severe Covid-19 with respiratory failure. N Engl J Med, June 17, 2020. Online ahead of print. doi: 10.1056/NEJMoa2020283.

  2. Li, J.; Wang, X.; Chen, J. et al. Association between ABO blood groups and risk of SARS-CoV-2 pneumonia. Br J Haematol, 2020 Jul;190(1):24-27. doi: 10.1111/bjh.16797. Epub 2020 May 26

  3. Zhao, J.; Yang, Y; Huang, H.P. et al. Ação direta de inconstitucionalidade 5.543 do Distrito Federal (ADI 5543 / DF) ação direta de inconstitucionalidade. Direito constitucional. Art. 64, IV, da Portaria n. 158/2016 do Ministério da Saúde e art. 25, xxx, D “indivíduos do sexo masculino que tiveram relações sexuais com outros indivíduos do mesmo sexo e/ou as parceiras sexuais destes”, da resolução da diretoria colegiada – RDC n. 34/2014 da ANVISA. Que estringia esse grupo de pessoas da doação de sangue e não condutas de risco, sendo considerado discriminação por orientação sexual. Então, inconstitucionalidade. . MedRxiv preprint. doi:10.1101/2020.03.11.20031096. Epub 2020 Mar 27

  4. Spiezia, L.; Campello, E.; Bon, M. et al ABO blood groups and the risk of venous thrombosis in patients with inherited thrombophilia, Blood Transfus. 2013 Apr; 11(2): 250–253. doi:10.2450/2012.0060-12

  5. Zhao J, Yang Y, Huang H, Li D, Gu D, Lu X, Zhang Z, Liu L, Liu T, Liu Y, He Y, Sun B, Wei M, Yang G, Wang X, Zhang L, Zhou X, Xing M, Wang PG. Relationship Between the ABO Blood Group and the Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) Susceptibility. Clin Infect Dis. 2021 Jul 15;73(2):328-331. doi: 10.1093/cid/ciaa1150. PMID: 32750119; PMCID: PMC7454371.

  6. Nanyang Liu, Tingting Zhang, Lina Ma, Huiqing Zhang, Huichan Wang, Wei Wei, Hui Pei, Hao Li, The impact of ABO blood group on COVID-19 infection risk and mortality: A systematic review and meta-analysis, Blood Reviews, Volume 48, 2021, 100785, ISSN 0268-960X, https://doi.org/10.1016/j.blre.2020.100785.

コメント


bottom of page